Incentivo aos campings no Brasil


Escrevo este artigo para gerar um alerta aos praticantes da modalidade caravanista (proprietários de veículos de recreação) quanto a necessidade de incentivo e apoio aos campings existentes no Brasil. O empresário/empreendedor que se arrisca em montar e manter um camping neste Brasil repleto de burocracias e dificuldades economias tem que ser parabenizado e apoiado incondicionalmente.

Montar um camping significa investir um enorme recurso financeiro na aquisição ou locação de um espaço (pagamento de aluguel ou capital imobilizado), investir em infraestruturas e obras como portaria, calçamento, vestiários, áreas de lazer, iluminação, esgoto, rede elétrica, paisagismo, manter um time de profissionais para portaria, limpeza, manutenção, realizar investimento de marketing com site e redes sociais, pagar impostos, gerar o retorno de todo este investimento e fundamentalmente obter lucro, objetivo licito de todo empresário.

Acontece que muitos caravanistas, com o objetivo de obter vantagens financeiras, abrem mão do uso do camping em detrimento de utilizar áreas públicas não planejadas para a modalidade, pernoites abusivos em postos de combustíveis e criação de redes de apoio de hospedagem gratuita como troca de favores, ações que vão na contramão do desenvolvimento dos campings. 

Para piorar, uma parte deles, executam estas práticas com abusos e comportamentos irresponsáveis, como descarte de detritos em locais inadequados, abertura de toldo em áreas públicas, roupas penduradas pelas ruas, entre outros comportamentos que incomodam a coletividade.

É um desejo de todo caravanista que o Brasil se desenvolva na modalidade semelhante aos países da Europa e EUA, que tenha uma infraestrutura cada vez mais completa com áreas públicas especialmente construídas para permitir pernoites, postos de combustíveis preparados e interessados em nos receber e principalmente muitos campings repletos de veículos de recreação. 

Com isso conquistaremos a possibilidade de frequentar locais que melhor atendam nossa necessidade, seja uma simples parada para pernoite em deslocamento ou um espaço de lazer que possamos curtir com os familiares e amigos. 

Como serviços complementares o fornecimento de Internet Wi-Fi para trabalho e estudo a distância, fornecimento de mão de obra para manutenção e comércio de peças e acessórios para os veículos, lavanderia, mercado, entre muitas outras possibilidades.

Para que isto seja possível precisamos criar uma agenda positiva, organizar e incentivar o setor, frequentar e ajudar na divulgação dos atuais campings, compartilhar nas redes sociais as experiências positivas de outros amigos,  prestigiar e apoiar as associações de veículos de recreação como: ANACAMP (Brasil), Pé na Estrada (São Paulo), Amigos do Rio (Rio de Janeiro), Grupo Uai (Minas Gerais), Estradeiros do Paraná (Paraná), entre todas as outras associações, tendo como objetivo compartilhar ideias e desenvolver ações voluntárias em prol da modalidade e da coletividade.

Eu Ronald, através do "Bora Pro Camping", procuro divulgar informações de campings e fabricantes de veículos de recreação nas redes sociais, compartilhar as boas experiências constatadas,  além de apoiar a atual diretoria da Associação Caravanista Pé na Estrada, em trabalhos voluntários.

O que você pode fazer para ajudar? (reflexão)

Texto: Ronald Ataulo